Efêmera de Natalia Bianchi

Exposição Efêmera de Natalia Bianchi No dia 13 de março de 2018, terça-feira, às 19h, o Alouca Café recebe a inédita exposição de Natalia Bianchi com desenhos de grafite sobre o papel. Efêmera é uma poética da transitoriedade, e reúne

Efêmera de Natalia Bianchi

Exposição Efêmera de Natalia Bianchi No dia 13 de março de 2018, terça-feira, às 19h, o Alouca Café recebe a inédita exposição de Natalia Bianchi com desenhos de grafite sobre o papel. Efêmera é uma poética da transitoriedade, e reúne

20a. Edição do Atelier Livre #contraàcensura

O “Atelier Livre” surgiu no ano de 2012 e propõe um encontro ao ar livre de artistas, amantes e curiosos da arte em diversos espaços: uma ação cultural simples e encantadora, com o fim de aproximar a arte para com

20a. Edição do Atelier Livre #contraàcensura

O “Atelier Livre” surgiu no ano de 2012 e propõe um encontro ao ar livre de artistas, amantes e curiosos da arte em diversos espaços: uma ação cultural simples e encantadora, com o fim de aproximar a arte para com

Blues Art Ville 2017

O conhecido Blues Art Ville, que integra o MDBF desde a sua quinta edição, é um espaço dedicado aos artistas visuais. Este ano, os artistas que estarão presentes expondo, criando e comercializando suas obras são: Guilherme Adamatti, Augusto Bazzo, Natalia

Blues Art Ville 2017

O conhecido Blues Art Ville, que integra o MDBF desde a sua quinta edição, é um espaço dedicado aos artistas visuais. Este ano, os artistas que estarão presentes expondo, criando e comercializando suas obras são: Guilherme Adamatti, Augusto Bazzo, Natalia

Blues Art Ville apresenta artistas visuais de Caxias, Farroupilha, Porto Alegre e São Paulo no MDBF 2017.

Diversas linguagens visuais estarão participando do Blues Art Ville deste ano. O espaço dedicado às artes visuais do MDBF, que tem como idealizadora e curadora Mona Carvalho em parceria ao festival, chega em sua sexta edição apresentando artistas de Caxias

Blues Art Ville apresenta artistas visuais de Caxias, Farroupilha, Porto Alegre e São Paulo no MDBF 2017.

Diversas linguagens visuais estarão participando do Blues Art Ville deste ano. O espaço dedicado às artes visuais do MDBF, que tem como idealizadora e curadora Mona Carvalho em parceria ao festival, chega em sua sexta edição apresentando artistas de Caxias

Projeto #miniexposições abre nesta terça (31), no Mocca Café W Tower, em Cxs do Sul/RS, com obras de Jaque Pauletti.

Exposição “Fluxo” de Jaque Pauletti circula em formato de miniexposição. “As linhas são como digitais, nem uma é igual a outra.” No dia 31 de outubro, às 19h, Jaque Pauletti, em parceria da curadoria de Mona Carvalho, apresentam o trabalho

Projeto #miniexposições abre nesta terça (31), no Mocca Café W Tower, em Cxs do Sul/RS, com obras de Jaque Pauletti.

Exposição “Fluxo” de Jaque Pauletti circula em formato de miniexposição. “As linhas são como digitais, nem uma é igual a outra.” No dia 31 de outubro, às 19h, Jaque Pauletti, em parceria da curadoria de Mona Carvalho, apresentam o trabalho

Paredes Vivas & Kelvin Koubik

Caxias do Sul entra para o circuito de grande murais a partir do projeto Paredes Vivas da empresa Tonin Imóveis! Nos últimos dias de outubro, o artista Kelvin Koubik, selecionado no edital do projeto Paredes Vivas 2017, idealizado pela empresa Tonin

Paredes Vivas & Kelvin Koubik

Caxias do Sul entra para o circuito de grande murais a partir do projeto Paredes Vivas da empresa Tonin Imóveis! Nos últimos dias de outubro, o artista Kelvin Koubik, selecionado no edital do projeto Paredes Vivas 2017, idealizado pela empresa Tonin

Paredes Vivas inicia nesta quinta (12/10), em Caxias do Sul/RS.

“Equilibricidade” de Kelvin Koubik, de Porto Alegre, foi o trabalho escolhido para transformar a primeira parede do projeto Paredes Vivas em obra de arte urbana. Formado em Artes Visuais pela UFRGS, o artista começou a pintar na rua há 14 anos e

Paredes Vivas inicia nesta quinta (12/10), em Caxias do Sul/RS.

“Equilibricidade” de Kelvin Koubik, de Porto Alegre, foi o trabalho escolhido para transformar a primeira parede do projeto Paredes Vivas em obra de arte urbana. Formado em Artes Visuais pela UFRGS, o artista começou a pintar na rua há 14 anos e